Início

Em 2004, o C.E.I “NOVA VIDA”, iniciou suas atividades em um pequeno espaço físico, atendendo crianças na faixa etária de Educação Infantil.
Os mantenedores Pastor Fabio Godoi e Pastora Maria José Lucena de Paula ao longo de 13 anos dedicados à educação, sempre buscaram o melhor para oferecer aos alunos.  Ao longo período de existência, o C.E.I passou a ser chamado de “Colégio Cristão Nova Vida”, ampliou seu atendimento, passando a oferecer cursos que abrangem desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, contanto com uma equipe que se mantém constantemente atualizada.

Filosofia do Colégio

A Filosofia do “Colégio Cristão Nova Vida” tem como prioridade desenvolver no educando os seus aspectos bio-psico-sociais e éticos, concedendo-lhe uma aprendizagem rica em experiências necessárias ao desenvolvimento harmonioso de toda a sua personalidade.
Este processo educativo se propõe a preparar o aluno a desenvolver o esforço contínuo, a fim de vencer os obstáculos da vida cotidiana, orientá-lo na aquisição do senso de responsabilidade, fraternidade e de todos os valores necessários para a convivência humana.
O Colégio Cristão Nova Vida forma seus educandos para que participem efetivamente da sociedade em que vivem, sendo capazes de avaliá-lo criticamente, aplicar os próprios conhecimentos, enfrentar os desafios da vida, enriquecê-la ou modificá-la quando necessário, em beneficio do próprio homem e do bem estar coletivo.
A integração família – escola, pais e professores trarão para o aluno um sentido de unidade e segurança essenciais para o seu desenvolvimento pleno.

Objetivos

•    Criar condições para a constituição de identidades para desenvolvimento da sensibilidade e para reconhecimento do direito à igualdade em relação a conhecimentos e valores indispensáveis à vida cidadã;
•    Promover a integração do aluno na rede cultural e tecnológica da atualidade, assegurando-lhe os alicerces da formação que o fará cidadão responsável pelo projeto de vida pessoal e coparticipe da construção de uma sociedade justa, fraterna e progressiva;
•    Desenvolver e aprimorar a formação humanística do educando;
•    Desenvolver as competências para continuar aprendendo, de forma autônoma e crítica, em níveis mais complexos de estudos.